Notícia do Dia

Mãe de Renato quer ir viver para os EUA 

A mãe de Renato Seabra, o autor confesso do homicídio de Carlos Castro, já regressou a Nova Iorque e admite ir viver para os Estados Unidos da América para ficar perto do filho.  Odília Pereirinha tem como "prioridade acompanhar o filho e vai ficar lá o máximo de tempo que consiga", refere José Malta, cunhado de Renato Seabra. Para já, a enfermeira de Cantanhede usou dias de férias para o poder visitar, mas admite mudar-se definitivamente para os EUA. "Vamos ver como é que o processo se vai desenrolar, mas essa possibilidade já foi aflorada", afirma José Malta, acrescentando, no entanto, que "não há por enquanto nada de concreto". Odília necessita ainda de reunir condições, nomeadamente financeiras, mas não conseguiu vender os bens para financiar a defesa do filho. "Houve uma oferta para a casa, mas não se concretizou", diz José Malta. Renato Seabra permanece detido no hospital psiquiátrico e, segundo o cunhado, "não é muito fácil" visitá-lo. "As visitas são seleccionadas. Penso que só é permitida a entrada de uma pessoa e no máximo duas vezes por semana", descreve.  

In Público

Sem comentários:

Enviar um comentário