Pshh querido, sabes que eu te amo e parece que também me amas!

Privacidade VS Tic

A internet é um dos instrumentos mais maravilhosos que o mundo alguma vez viu, capaz de diminuir as distâncias e facilitar a comunicação, expandir os nossos conhecimentos mas pode também conduzir a inúmeros problemas. Esta pode prejudicar o próprio homem, pois continua sem uma entidade regularizadora. Como afirma Daniel Garrido,  é importante ter em conta que a internet ainda é um mundo selvagem e por se tornar civilizado, antes de nos deixarmos envolver por ele.
Na internet, para além de existir muita informação disponível, muito superior a nossa capacidade de a assimilar, há que ter em conta que muitas dessas informações são inúteis e irrelevantes. Desta forma o excesso de informação pode trazer uma desinformação.
Nos dias que correm, um dos grandes problemas deste novo instrumento é sem dúvida a perda da privacidade. A privacidade está em vias de extinção. Através da internet é possível saber onde esteve; o que fez, através de equipamentos como o telemóvel, o computador – sites visitados -, câmaras de vigilância espalhadas pelo país, que com o objectivo de nos proteger, acabam por retirar-nos a privacidade e usando o cartão de crédito, que permite saber o que utiliza. A tecnologia está a roubar-nos um direito, um direito tão importante como a liberdade.
A internet é usada para quase tudo, para nos candidatarmos a um emprego, ler notícias, enviar e receber e-mails, pagar as contas, assim como para conhecer pessoas e manter contacto com os amigos. Para muitos substitui livros, enciclopédias, o telefone e até o tradicional diário.
No entanto, estas actividades podem colocar em risco a privacidade, mesmo sem que nos apercebamos. Mesmo quando navegamos em páginas que nos pedem algum tipo de informação pessoal, para pudermos ver algum tipo de informação, ou até mesmo visualizá-la por completo. Desde o momento que assinamos um contrato com o servidor, ele atribuí-nos um IP, e é através desse IP que se segue os nossos passos.
Quando navegamos, sem nos aperceber, estamos a enviar informações, o explorador da internet guarda os nossos dados pessoais, designadamente o histórico de navegação, cookies, nomes de utilizadores e palavra-chave.
Nos motores de busca, a cada pesquisa que fazemos, estamos a dizer algo sobre nós e essa informação é guardada.
Até o tão conhecido MSN, e outros programas de chat e mensagens instantâneas podem atentar a nossa privacidade. A comunicação é normalmente feita sem contacto visual. Para além dos programas permitirem a gravação de todas as conversas, como qualquer tipo de actividade que fazemos na internet, esta passa por várias redes que desconhecemos. Deste modo, é preciso ter cuidado como o tipo de informação que se passa.
O e-mail não é uma forma segura de partilhar informação. Cada vez que enviamos um e-mail é necessário ter em conta que esse mesmo e-mail poderá ser passado para outras pessoas, pois atravessa várias redes, seguras e inseguras. Para além dos destinatários existe a possibilidade de alguém, ou um gestor consiga interceptar a informação e fazer a cópia desse e-mail.
Quando o e-mail é associado a projectos, fóruns e algo que seja preciso registar é importante ter em conta que isso leva a que se possa receber um grande número de spam, o que torna o e-mail divulgado e exposto.
No que diz respeito as redes sociais, o objectivo é oferecer uma rede que se pode facilmente a junção de amigos e conhecidos, partilhar ficheiros, trocar mensagens, comentar e especificar os interesses. O problema é que não se sabe quem poderá ter acesso à informação que se disponibiliza, tal como acontece nos blogues e sites pessoais. É importante perceber que as nossas páginas estão associadas a algo que nos identifica, como o e-mail. É necessário perceber que é algo que ficara para sempre, por isso é preciso ter em conta a informação que quer ter associadas a si.
A verdade é que esta Era em que as TIC prosperam, é vistas como o maior e melhor acontecimento do século. Não nos damos conta do Big Brother em que vivemos, a privacidade está em risco e são poucos os que se deram conta. Através de um clique a nossa vida pode mudar, porque o que se partilha com amigos, outro alguém pode ver.


Dolce & Gabbana

Hello Cats!!
Encontro-me com a agenda cheia, daí a andar a postar menos!Estou a participar num concurso a nível nacional o Poliempreende, e tenho tido algumas formações em Empreendedorismo que me têm ocupado  as tardes que deveriam ser livres, para além de ter começado a dar explicações!Na próxima quarta-feira vou estar IADE se alguém estudar lá que diga! 
Finalmente arranjei um tempo para ver o desfile do D&G Inverno 2012 e tenho a dizer que foi brilhante, muito alegre e bastante divertido! Adoro as plumas de avestruz!! Existiam saias com todas as cores do arco íris!
Impossível não adorar!
 

Peace of Shoe


O designer francês Christian Louboutin lançou uma edição limitadíssima de sapatos. Os cobiçados calçados de sola vermelha serão vendidos em prol da Grameen Foundation, organização sem fins lucrativos que concede empréstimos a pessoas necessitadas, especialmente mulheres, que não dispõem de recursos para começarem o seu próprio negócio. A edição especial chama-se “Peace of Shoe”, sapatos da paz, e traz peep toes em cetim bordados á mão com laços Indianos. São 33 pares, todos numerados e assinados pelo designer. Custam cerca de 1,085 euros nas lojas Louboutin em Miami e Los Angeles. 
Quem não gostaria de ter um par destes no armário, não é?

Notícia do Dia

O site "Yahoo!" publicou uma lista com os vinte cd's mais vendidos nos últimos dez anos e para a surpresa dos fãs, Britney Spears e Shakira emplacaram três músicas, cada uma, no ranking. O primeiro lugar ficou com "Hips Don't Lie", hit de Shakira. Além delas, Rihanna, Mariah Carey e Madonna também figuram na lista, mostrando o poder das mulheres.

Lista dos cd's mais vendidos nos últimos dez anos:

1. Hips Don't Lie (featuring Wyclef Jean) - Shakira
2. Crazy In Love (featuring Jay-Z) - Beyonce
3. My Humps - Black Eyed Peas
4. Toxic - Britney Spears
5. Womanizer - Britney Spears
6. Oops!... I Did It Again - Britney Spears
7. Stan - Eminem
8. Low - Flo Rida
9. Boulevard Of Broken Dreams - Green Day
10. I Kissed A Girl - Katy Perry
11. Just Dance (featuring Colby O'Donis) - Lady Gaga
12. Bleeding Love - Leona Lewis
13. Hung Up - Madonna
14. We Belong Together - Mariah Carey
15. So What - Pink
16. Umbrella (featuring Jay-Z) - Rihanna
17. Whenever, Wherever - Shakira
18. Underneath Your Clothes - Shakira
19. La Tortura - Shakira
20. Can't Get You Out Of My Head - Kylie Minogue

Obsessão


No fim-de-semana passado pus-me a pesquisar sobre móveis antigos e deparei-me com a página Vandm.com desde aí começou uma espécie de obsessão com o site. listas infinitas de móveis antigos e modernos, design e decoração. Aqui estão alguns dos meus favoritos ... Tenho uma propensão pelas coisas com tons de bronze, ouro, conjuntos de dois, cadeiras, iluminação e lâmpadas.. Poderia ver a VandM por horas a fio, cada página que passo fico ainda mais encantada! Se eu tivésse orçamento para fazer mais do que "vitrine", era a minha segunda perdição!!






Boa Sexta-Feira!

Mini Gossip Girl


Eu adoro Gossip Girl, e ter encontrado estas imagens é como ver a Serena, a Blair e a Gorgina em pequenas. A Serena fica claro quem é, e as outras eu aposto que a Blair é a das flores e a Gorgina a dos diamantes, mas não tenho a certeza ..

Procura-se emprego!

Aos estudantes que se encontram á procura do 1º ou novo emprego, com idade até 35 anos de idade, inclusive, com o nível 3 ou 4 de qualificação, o Instituto do Emprego e Formação Profissional disponibiliza um estágio profissional remunerado com duração de 9 meses. A Entidade Empregadora (Estágio) paga metade do montante estipulado e o Centro de Emprego outra metade.

Apoios Financeiros
Às Entidades Promotoras:
  • Comparticipação na bolsa de estágio, de acordo com as seguintes situações:
    • 65% - para entidades privadas sem fins lucrativos ou entidades privadas com fins lucrativos que empreguem menos de 10 trabalhadores;
    • 60% - para entidades privadas com fins lucrativos que empreguem entre 10 e 49 trabalhadores;
    • 50% - para autarquias locais ou entidades privadas com fins lucrativos que empreguem entre 50 e 249 trabalhadores;
    • 35% - para entidades privadas com fins lucrativos que empreguem 250 ou mais trabalhadores.

É possível perdoar uma traição?


Estamos permanentemente a viver oportunidades de aprendizagem e crescimento a partir das nossas escolhas. Quando não as realizamos de forma consciente e em sintonia com a nossa verdade interna, isto reflecte-se externamente, no nosso corpo físico, nos nossos relacionamentos e em todas as situações em que vivemos. As mais complicadas dizem respeito á nossa situação amorosa.
As traições nos relacionamentos nunca acontecem à toa. Apontam sempre para uma situação subjacente, essa sim o foco da minha atenção ao se lidar com a traição. A responsabilidade nunca é exclusivamente do "traidor". Ele pode ter sido o agente activo, mas o "traído" é também agente, ainda que passivamente.
Ao vivenciar uma traição é importante que, apesar de toda a dor, se encare conscientemente a situação. A principal pergunta  que nos surge sempre não é "Porque é que ele(a) fez isto?" ou "O qué que eu fiz de errado?", mas "O que esta traição mostra sobre mim? Que questões minhas estão envolvidas na situação?". 
Algumas pessoas conseguem, para outras já é mais difícil.. Mas devemos de evitar a armadilha de culpar o outro ou nós mesmos, pois isto também significa nossa negação e fuga, apara além de agravar  a situação. 
Uma vez detectada a questão, devemos de assumir a responsabilidade, ver e aceitar a situação como ela realmente é. Nunca gostei de ficar com o papel de vítima ou de culpada, e quando isto me aconteceu, comprometi-me comigo mesma em ver e aprender efectivamente a lição implícita na situação. Algumas pessoas procuram ajuda terapêutica ou a ajuda de um profissional.. Não importa qual o caminho escolhido, mas quando realizamos este compromisso, devemos de concretiza-lo em acções e transformações necessárias.
Perdoar uma traição significa antes de tudo, perdoarmos a nós próprios: aceitar a nossa verdade e assumir o nosso aprendizado na situação. Só assim somos capazes de ver a verdade do outro e assim, perdoá-lo. Se isto significa que vai haver reconciliação ou não, não importa. Sem o auto-perdão, a lição que a traição veio mostrar continuamos a não aprender.. A raiz da traição continua não resolvida dentro de nós, e futuramente mostrará-se novamente noutra situação desagradável, ou até mesmo noutra traição, seja com o mesmo parceiro ou com outro.
Entrar em contacto com a raiz da traição dentro de nós pode ser extremamente doloroso. Se até o momento houve negligência em relação a estas questões, bem provavelmente elas não devem ser fáceis de serem encaradas. No entanto, por mais doloroso que seja o processo, devemos de mergulhar e libertar. Encarar as  lições ao invés de mascarar a dor. Ir directamente á questão principal e resolver não só a traição, mas todas as situações que antes dela vieram. Libertar para vivenciar um futuro com novas experiências mais agradáveis.
  E voçês o que acham?

Deus escreve certo por..

..linhas tortas!  
Desde que começou o semestre, a semana para mim começa á Terça-Feira, com aulas o dia todo. Depois de pensar e repensar ainda não encontrei a minha resposta, se o preferível é não ter aulas a um dia da semana se um dia a mais no fim-de-semana. Encontra-se em aberto esta questão!! Este semestre iniciou-se á tão pouco tempo e a minha pessoa já se tornou num problema para algumas pessoas.. Posso afirmar que não fiz nada para que esta história se torna-se numa realidade. Não é de agora, mas nesta altura intensificou-se. Sempre fui muito batalhadora, e o desafio dá-me prazer. Em Setembro começou o segundo ano da minha licenciatura, e eu só me inscrevi em Outubro, e foi exactamente nessa altura que os professores deram datas para a entrega do nome dos grupos e dos temas, quando cheguei dei por mim a ser prejudicada porque tinha chegado tarde e não tinha grupo a nenhuma cadeira! Entretanto só apareci nos finais de Novembro nas aulas. Falei com alguns "amigos", e fiquei com o mesmo grupo em todos os trabalhos das cadeiras. Jamais me passaria pela ideia o que estava para aconteçer..
Eu ia ás aulas destinadas ao trabalho de grupo e vinha-me embora, porque os membros do meu grupo ficavam na residência a dormir. Esta situação repetiu-se inúmeras vezes, mesmo assim eu continuava a ir ás aulas e a dar a minha presença, por um lado começava a aparecer o descontentamento e a frustração pela minha parte. Não sabia o que fazer mais para que esta situação mudásse! Era horrível estar em aula e não ter trabalho! Eu pedia as passwords á "A"das contas que já tinham sido criadas, eu mandava e-mails a pedir informações para trabalhar, eu mandava mensagens a pedir o link do wordpress, e a resposta era sempre a mesma, "agora não tenho como mandar".. A "A" é do género de pessoas que gosta de liderar os trabalhos todos, ela é a líder e se ela faz as coisas as coisas são dela e não  cede a ninguém.  O "B" era escusado lhe  pedir alguma coisa, porque ele era das pessoas que menos sabia do trabalho.. Se fosse hoje, teria contado aos professores esta situação, mas naquela altura sentia-me perdida por ter chegado mais tarde e não ter estado nas aulas de apresentação..
Depois dos horrendos episódios, decidi que não ia esperar mais por passwords ou links, e criei uma página nova para o grupo! Entretanto entra um novo membro para o grupo, e ajudou-me imenso. Cedi-lhe as passwords e o nome de utilizador e ela desenvolveu o site ao inicio. Foi a impulsionadora que arrancou com o design, mais tarde, "perde" interesse, e como faltava pouco tempo até á apresentação, fiz tudo sozinha. A nossa página é sobre "Voluntariado Online", um projecto que continua a ser desenvolvido este semestre e vai concorrer no Concurso do Poliempreende a nível Nacional. Trabalhei dias e dias seguidos, para além do conteúdo que lá estava tive de traduzir em mais três línguas, Inglês, Francês e Espanhol. Passei fins-de-semana até ás 3h da manhã a fazer traduções. Até que... Chegou o dia da apresentação!
Ao contrário do que se sucedeu inúmeras vezes, estavam lá todos a dar a cara pelo trabalho.
Durante o tempo de apresentação fui a única a falar, e a explicar todo o conteúdo pertencente ao site. No final, a professora salientou que era visível quem estava dentro do trabalho e quem não estava, que tanto ela como os meus colegas de turma tinham visto isso e pediu-nos para fazermos a auto-avaliação.. A "A" e o "B" foram os primeiros a pedir a nota, quando eu olho para o papel e vejo que eles tiveram a "LATA" de pedir 14, fiquei boquiaberta, pedi um 15 e ao pé deles disse á professora que merecia melhor nota que eles. Eu sabia que a presença contava, e a professora referiu que eu tinha chegado tarde mas tinha chegado com força e perguntou se todos concordavam que eu merecia melhor nota.. A resposta foi "SIM", mas um sim daqueles fracos, como senão tivessem a gostar nada! A "C" ficou também ficou desiludida com as notas que eles pediram, ela sabia do que aconteceu ao inicio, ela própria ainda passou por algumas, pediu como nota final 13. Para mim foi uma das mais ajustiçadas! Eu tive o 15, fiz para o merecer, e eles.. Acabaram por ter um 14 sem terem feito nada. Quando saí da aula, não aguentei e disse tudo o que tinha a dizer a "A" e ela teve o discernimento de exigir a minha presença num dia que não tínhamos aulas para fazer o trabalho de Estatísitca que era para ser entregue no dia asseguir, quando eu tinha estado presente nas aulas destinadas ao trabalho de grupo e eles nem tinham ido.. Disse-lhe que era impossível a minha presença, mas que não me descuidava de fazer o relatório que fazia em casa e mandava por e-mail! Ela teimava que não e que não! Mas como é que alguém como ela pode dizer que não? Se ela é a primeira pessoa que foge aos trabalhos e diz que nos encontramos no msn para fazer?!!! E ainda acrescenta que eu não tinha feito nada para o trabalho de Estatística! Naquela altura só lhe disse que ela também não tinha feito nada para Dapt e o site foi apresentado, e virei-lhe costas! Cheguei a casa, fiz o relatório e não lhe mandei a ela mas para o "B" e ainda me lembrei que eu é que tinha feito o inquérito do trabalho!!!

No dia asseguir entro no facebook e tinha uma mensagem dela:
"Olá. Diz-me uma coisa... como é que estás a fazer o relatório de Estatística se sou eu quem o está a fazer?... Porque é que andas a fazer coisas que já estão feitas? Não falas com o grupo. Se falasses connosco, saberias que isso já está feito... Assim não dá... Só estamos a perder tempo.
E que conversa é essa de teres feito o inquérito? Fui eu que fiz o rascunho e refiz o inquérito quando a prof mo devolveu com as correcções. Nem o tema do trabalho sabias ontem... Como é? Ainda não fizeste nada deste projecto... A única coisa que fizeste foi o rascunho do questionário que o fizeste em copy paste. Notava-se perfeitamente (e como é óbvio, não ia enviar aquilo assim à prof). Desse teu questionário só aproveitei algumas questões...
  "

A minha resposta foi:
"Então não era o relatório de estatística que tinha que ser feito hoje? Que ainda não estava nada feito? E foi o que eu fiz, ONTEM assim que cheguei a casa e ainda não eram 20h já o tinha mandado ao "B". Não recusei algum trabalho.
Se o relatório já estava feito ( JÁ QUE NÃO FALO COM O GRUPO) para que era preciso eu ir hoje á escola?Fazer a apresentação no máximo de 5 slides?Quando eu fui a 3 aulas de desenvolvimento para o trabalho de estatística ninguém se interessou em ir.Em DAPT tbm ninguém ajudou e o que é certo é que ele foi apresentado.
Verdade ou mentira?Fiz o questionário e elaborei-o e antes de terem algum trabalho já tava questionário feito e o que é certo é que usas-te as perguntas!"

A ultima mensagem que me mandou sem ter argumentos:
Bem... nem te respondo,... --'
Amanhã apresentamos. Eu faço o relatório e o powerpoint. Até amanhã.

Depois disto, no último dia de aulas, imprimiu o trabalho a cores, sem autorização nossa numa reprografia porque tinha ficado sem tinteiros, chegou á escola e disse que eu e o "B" lhe devíamos 9€08! Como era possível gastar tanto dinheiro num trabalho?! Naquele dia não estava á espera e disse que lhe dava depois. Nas férias mandou-nos o NIB da conta dela por e-mail para transferirmos o dinheiro! Que criança que ela se revelou! Uma pessoa sem escrúpulos! Hoje dei-lhe o dinheiro! Eu não gosto de ser má, sinto-me mal quando o sou, mas hoje foi uma excepção que nem na consciência me pesa! Dei o montante em moedas de (1-2-5 cêntimos) dentro de um saquinho!! 

O último episódio dela! 
Mandou um email á professora de DAPT a falar mal de mim e que queria abandonar o grupo do Voluntariado. Eu não sei o conteúdo do e-mail, o que lá estava mesmo escrito. Mas ela teve a coragem de dizer que eu não tinha trabalhado nada?! Para além de fazer queixas de mim. Depois disto a professora falou comigo e disse que sabia que eu tinha trabalhado e para continuar assim...
Há duas semanas que as aulas começaram, passo por ela digo bom dia ou boa tarde, ela.. Nem me consegue olhar nos olhos! Estas situações deram-me ainda mais força para continuar todo o meu trabalho!
Depois disto, acrescento:

Uma pessoa de sucesso é aquela que consegue construir a fundação de uma firma com os tijolos que os outros atiram nela.

Home Inspiration

Eu tenho uma pasta no computador chamada "Inspiração", quando faço as minhas pesquisas e encontro alguma coisa que gosto, coloco logo lá dentro. Estas imagens pertencem á pesquisa que fiz esta manhã, por sinal as minhas imagens favoritas. Sempre gostei de decoração e de mudanças, e aqui encontro muitas sugestões para mudar a minha casa, os details are key!!










Notícia do Dia


Ashton Kutcher não poupou elogios à sua parceira no filme "No Strings Attached It", Natalie Portman. Segundo ele, Natalie merece o Óscar de Melhor Actriz de 2011: "Ela é provavelmente uma das melhores actrizes da minha geração. Foi muito difícil ser tão sincero em cena como ela, declarou.

O actor disse ainda que apesar do seu papel ter sido um desafio, Natalie ajudou-o imenso, graças à "boa química" entre os dois. "Com o seu corpo poderia haver alguma coisa se ela quizésse", brincou Ashton.
Good Sunday Princesses

Yes, I want a good night's sleep!

Durante um período de tempo, a minha vida agitada costumava-me afastar de algumas verdades simples. As preocupações que enfrentava no dia-a-dia começaram a ser melhor resolvidas quando tomei consciência da necessidade que tinha em ter uma boa noite de sono. Deparei-me algumas vezes com situações difíceis que exigiam reflexão, e com a preocupação não conseguia dormir. No dia seguinte, acordava exausta e stressada, tinha ainda menos condições para resolver a questão e o que acontecia era criar uma "bola de neve" que me levava, inevitavelmente, a uma decisão não ponderada. Quando comecei a pensar nas noites perdidas decidi mudar o quadro, e encontrar soluções para este problema.

Um grande amigo e entendido do assunto explicou-me que enquanto dormimos muitos aspectos do nosso metabolismo descansam, ao passo que outros, ligados à limpeza e à recuperação, entram em plena actividade. Dormir - à noite e no escuro - é muito importante para a manutenção de uma vida saudável. Apartir desta conversa segui algumas dicas que ele me deu, e comecei a deixar o problema para ser pensado no dia seguinte, e entregar-me a uma boa noite de sono. Quando acordasse, a minha mente estaria mais clara e as boas sugestões surgiriam.
Para não voltar a cair na armadilha da preocupação comecei a definir o horário que ia para cama diariamente, é uma boa estratégia e depende do controle do horário em que nos desligamos das nossas actividades, seja na rua, em casa, no computador ou na televisão, ou na nossa convivência social. Além disso, para preparar o sono, comecei a utilizar estratégias muito simples, como um banho relaxante, uma técnica básica de respiração, aromatizar o quarto com um óleo essencial, e ouvir música calma. Até hoje, as belas noites de sono e o dias seguintes recebem-me muito melhor! 

O banho antes de dormir é muito importante, é aliado do sono, para a maioria das pessoas, aquece no inverno e refresca nas noites quentes. É de realçar que há pessoas que despertam com o banho! Receber uma massagem é sempre muito relaxante, mas na impossibilidade de isso ocorrer, dedico alguns minutos antes de dormir á massagem dos meus pés. Deitar de barriga para cima e colocar suavemente as mãos abaixo do umbigo. Respirar lentamente e profundamente de modo a relaxar. Colocar no quarto um aromatizador, de preferência eléctrico, com três gotas de óleo essencial de lavanda. Caso não tenham o eléctrico colocar uma gota do mesmo óleo debaixo da almofada. Desligar a TV! Dormir embalada pelos programas televisivos pode não ser a melhor opção. Se tiverem este hábito, substituam-no por uma música suave. Dirigir a imaginação para ambientes e situações relaxantes e acolhedoras também pode ser um aliado excelente na hora de dormir. Visualizar paisagens, pensar em nós mesmos a tomar um banho no mar ou a caminhar numa estrada agradável pode ajudar a afastar outras imagens e pensamento recorrentes. 
 
Há casos em que estas tentativas podem não ajudar. O aconselhável será a procura de um profissional que possa orientar alguma terapia não invasiva, como a terapia floral, a hidroterapia, a massoterapia, a auriculoterapia, a arte integrativa, a automassagem, a reflexologia entre outras. A natureza oferece muitos elementos que podem melhorar o sono e, em consequência, a qualidade de vida. 
 

 

 


 


Notícia do Dia

Após divórcio, Ashlee Simpson procura novo lugar para morar

O primeiro item da lista de Ashlee Simpson após o seu divórcio foi procurar um novo lugar para morar. De acordo com fontes do site "Us Magazine", a cantora e actriz de 36 anos. Ainda de acordo com a publicação, Simpson passou esta quarta-feira, dia 16, com um agente imobilário à procura da sua nova casa na região de Beverly Hills, na Califórnia,

"Eles passaram por algumas casas na faixa de US$ 3 a 4 milhões", disse a fonte. "Ashlee não conseguiu sair do carro e ficou quieta e tranquila. Num determinado momento ela quis sair do carro, mas quando viu os fotógrafos, decidiu ficar no carro e foi para casa dos pais".

Ainda segundo o site, um dos critérios de escolha da cantora para o seu novo lar é que ele seja adequado para filho Bronx, de dois anos. "As casas eram de dois andares em estilo tradicional de um bairro bem famíliar", disse a fonte. "Uma das casas era apenas uma rua à frente de Coldwater Park, onde ela e Pete levavam Bronx para brincar". Outra vantagem, acrescenta a fonte é que "As casas eram bem perto da casa de Jessica, [irmã], o que seria bom para ela".

Fashion Inspiration





Confissões de um rapaz..


Tudo bem, nós queremos raparigas bonitas, com curvas, sedutoras, com boa onda, inteligentes e simpáticas. É muito fácil falar, porque quando aparece uma assim, a primeira coisa que pensamos é: "Ei, estou cheio de sorte!".
Comentamos com os nossos amigos a nossa nova aquisição. Ficamos com ela uma vez, duas, três... E depois começamos a pensar que esta é a rapariga  que as nossas mães gostariam como noras.

Se tivermos um relacionamento, vai ser uma relação estável. Então, começamos a ir buscá-la à escola, vamos ao cinema, a um bar, vai haver sexo todas as semanas... Tudo muito básico, até se tornar uma rotina e perder a graça. Começamos a ver os outros rapazes bem vestidos e bem-humorados a ir para discotecas para irem engatar miúdas e morremos de inveja, começamos a sentir falta de tudo isso. Pensamos: "Acho que não estou pronto para isto, não me quero dedicar o resto da vida a esta relação." E a tal rapariga transforma-se numa enorme aversão e começamos a sentir nojo dela. Quando vemos o nome dela no ecrã do telemóvel, não temos vontade de atender ou responder às sms's...JÁ ERA!

A promessa de algo estável vai por água abaixo, e se ela não perceber o que se passa, nós começamos a ser arrogantes, muito arrogantes. E ela pensa: "O que é que eu fiz?". Coitada, ela não fez nada, a culpa é mesmo nossa, só nossa! Aí, voltamos para a nossa rica vidinha, que nós mesmos odiávamos na semana passada.
Esperamos ansiosamente a hora de sair para arrasar na noite, ou até engatar aquela boazona que sempre quisemos. Grande desilusão... Chegamos a casa depois dessa noite sozinhos e ficamos a tentar descobrir porque não estamos satisfeitos. De repente percebemos que foi porque a tal rapariga, linda e com o corpo maravilhoso, que disse "fico contigo" nem sequer pediu o nosso número de telemóvel. Que frustração! Apesar de tudo ficamos a pensar na nossa ex-namorada. Ela até podia ter os seus defeitos, mas até era boa rapariga, e ficava sempre ao nosso lado, dando-nos valor. E, enquanto isso, a rapariga chateada e magoada, não percebe porque é que acabámos com ela. E essa dúvida vira angústia e depois vira raiva, e ela manda-nos à "puta que pariu!" Não quer saber de mais nada, só quer sair, aproveitar e curtir com outros. Resolve não se envolver seriamente com mais ninguém, para não sair magoada de novo.
 O tempo passa e continua tudo na mesma, voltamos a reclamar da vida e das raparigas. Elas só querem os rapazes "cachorros" e estão nem aí para nós, ou será que nós é que fomos os tais "cachorros"?!

Elas são assim por nossa culpa! A mulher da noite de hoje em dia, era uma rapariga de outro rapaz ontem! Provavelmente essa nossa ex-namorada está agora a enlouquecer a cabeça de outro rapaz por aí. Perdemos a rapariga dos nossos sonhos para sempre, e quando a encontramos na noite... Ela nem olha para nós. 
(Mas estava mais bonita que nunca!!)