Eu, shopaolic? Lição da Vida

Não, actualmente não me considero uma! 

Há uns anos atrás, considerava-me e consideravam-me.
Não sei se foi por ser a altura da adolescência, altura que queremos ser destacados dos outros,e ter tudo e mais alguma coisa. Eu era assim, queria isto e aquilo e mais aquilo, e tinha.
Não me posso queixar. Graças a Deus tive a sorte de ter uma mãe que sempre me deu tudo, 
e uma avó que me ajudava.
Por outro lado, ela dava-me e a vida custava-lhe. 
Não tenho vergonha, nem me envergonho de dizer, na altura não pensava.
O armário do meu quarto não chegava, o da casa de banho também não, as gavetas do corredor estavam entupidas de roupa e as do quarto estavam igual.
Eu ia á loja, comprava. Chegava a casa colocava a roupa numa gaveta e ali permanecia imenso tempo até ser usada pela primeira vez, uma única vez, ou até mesmo nunca.
Passavam-se meses, e as peças continuavam com a etiqueta, por nunca terem sido usadas.
Os anos foram passando, e a partir dos 18 para cima, comecei a ver a vida de outra maneira.
E acreditem, que hoje vou a uma loja e só compro se gostar mesmo de ver. Se vestir e PONDERAR não a trago, já sei que depois não a uso.
Actualmente estou muito mudada. E fico feliz por tal. A vida não é só roupa, e ter estilo. Por detrás disto existe o interior. Não me adianta ter roupa e me vestir bem se depois as pessoas não se aproximam de mim, porque me acham isto e aquilo..  Eu dei por mim a sentir esta mudança, e acreditem que é muito bom sentir isto.
A minha vida deu uma volta de 180 graus, e eu dei TODA a minha roupa ás filhas das amigas da minha mãe, que precisavam..
De vez em quando lá dou volta, e arranjo mais um saco para dar..
Já não compro com frequência, estou 2-3 semana sem entrar numa loja..
Mas gosto de ir passear até ao Vasco da Gama, ou ao Colombo, ou ao Campera, e ver as lojas.
Gosto. Não é preciso comprar. Agora, é mais para estar dentro das tendências, e ver as novidades..

Contudo, desde que tenho o blog, sinto que estou "viciada" em hidratação.
Acreditam?
Tenho um creme para tudo.
Tomo banho, uso o gel de duche exfoliante da Oriflame, uso a máscara para dar cor ao cabelo da Oriflame, depois passo o óleo de marcujá do Boticário, passo a máscara da Essence da Oriflame na cara, antes de me maquilhar passo o creme hidratante. Depois passo o batom da Vicky, o creme Christmas da Oriflame para as mãos, e por fim, o perfume..
Antes de dormir, novamente o creme..
Não é mau, muito pelo contrário. Mas também custa.

Hoje sei avaliar e compro o que necessito, ou que não tenho e me faz falta. 
Ás vezes tomo uma liberdade, mas só a tomo quando vejo que tenho sido bem poupada noutras coisas.
E voçês sofrem ou sofreram de algum crime destes?
(Com crimes destes o mundo era bem melhor)

3 comentários:

  1. Olá linda! Obrigada pelo teu comentário! Eu infelizmente sou um pouquinho shopaolic! Mas é por opção, cada um tem um hobbie ou gasta dinheiro noutras coisas que os façam felizes e como eu me sinto bem e gosto de ter coisinhas novas opto por não gastar (tanto) dinheiro noutras coisas para poder mimar-me mais! Mas é apenas uma questão de opções.
    Também adorei o teu blog! O que achas se nos seguíssemos uma à outra?
    Beijinho, Rita

    ResponderEliminar
  2. Engraçado como sinto o mesmo e revejo-me principalmente na parte do ponderar :) Se ponderar ou hesitar, fica! A acrescentar ao que escreveste, digo tb que passei a comprar muito muito menos em lojas físicas, prefiro a internet, muitas vezes sem explicação. A paciência para o shopping não é a mesma! Quanto à hidratação, viciei me em truques caseiros e em dicas dos mais sábios (por exemplo a água de rosas como adstringente ). Um post sincero, interessante e, com certeza, com conteúdo em que muitas de nós nos encaixamos! :D I'm following you! Beijinho e continua o bom caminho que gosto de ler!!!

    ResponderEliminar
  3. Sim estamos no mesmo barco. :p
    Ando a controlar o meu lado mais consumista...nos últimos meses ando a comprar cremes para rugas, para olheiras...LOL! Roupa deixei mais de lado. Mas sapatos e relogios são a minha perdição. é nem olhar para as montras e fazer um orçamento tds os meses para os gastos. Não quero ser viciada em shopaolic...mas sim uma shopaolic saudável! :)

    ResponderEliminar