Estrias como combater?

Eu confesso às minhas seguidoras e amigas que ando um pouco saturada dos temas de moda, 
beleza, reviews e afins, o post de ontem (citologia) e o de hoje fogem desses 
temas e como há assuntos mais sérios que as tendências acho que voces não 
se vão zangar comigo e vão estar atentas aos posts relacionados com a saúde.
Fonte: Activa
Quem é que por aqui sofre de estrias? As estrias caracterizam-se pelo rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele, formada por colágeno e elastina (responsáveis pela sua elasticidade e tonicidade). São comuns nos seios, quadris, culotes (acumulo de gordura na cintura, quadril ou na lateral das coxas) coxas e nádegas.
 
As estrias não aparecem só ás mulheres os homens também são afectados. Durante a adolescência as estrias podem constituir um sinal precoce de puberdade, são um fenómeno cada vez mais frequente. É normal aparecer ás grávidas, cerca de 90% das mulheres desenvolvem estrias durante a gravidez. As mulheres mais jovens são as mais atreitas, sobretudo na primeira gravidez. Cerca de 80 a 90% das grávidas entre os 16 e os 18 anos terão estrias, enquanto que uma mulher cuja primeira gravidez decorra por volta dos 35-40 anos será menos sujeita ao seu aparecimento.

Distribuiem-se na barriga em redor do umbigo, nas coxas e nádegas de forma oblíqua, nos seios orientadas em direcção à auréola, no tronco e nas raízes dos braços e pernas são transversais. 
A distensão da pele é um dos factores que favorece o seu aparecimento mas não é o único. As estrias são lesões da pele que aparecem no decurso de episódios da vida de carácter hormonal, tais como a puberdade, o aumento de peso e algumas doenças.  Aparecem de repente e sem aviso, e a sua evolução nunca é no sentido do desaparecimento e é semelhante a qualquer lesão cicatricial. Senão forem tratadas, não há a mínima hipótese de elas desaparecerem espontaneamente. A estria nunca desaparece completamente, embora a sua cor possa ir clareando até ao branco nacarado e, com a ajuda de tratamentos dermatológicos específicos, a sua largura, profundidade e cor possam diminuir, tornando-as menos visíveis. No que diz respeito ao desporto, um treino muscular intenso (a nível de desportista de competição) pode provocar o seu aparecimento.
Não há alimentos específicos que provoquem o aparecimento de estrias no entanto, um aumento de peso muito acentuado pode ser um factor agravante. Numa primeira fase engordei 7/8kl não notei qualquer diferença no meu corpo, o meu peso continuou a aumentar desde o meu peso habitual até ao actual ganhei 13/15kl (atenção que o aumento do meu peso foi acompanhado pelo meu médico). Quando atingi o peso acima dos 50kl comecei a notar umas linhas nas coxas e nas nádegas, ao ínicio não tinham cor limitavam-se apenas a um sombreado, num abrir e fechar de olhos passaram para vermelhas, não é aquele vermelho carregado é ligeiro. Neste momento estou a fazer tratamento, o processo é demorado e espero que no próximo verão não estejam tão visíveis! Como posso combatê-las? Com cremes gordos, e beber muita água.
O óleo de rosa mosqueta está se a tornar um dos principais aliados da beleza natural devido ao seu grande poder de regeneração de cicatrizes da pele, manchas, estrias e rugas. A rosa mosqueta (Rosa rubiginosa affinis) é uma planta silvestre de origem oriental que cresce no clima frio e chuvoso. Esta planta é conhecida na Europa por muitos séculos, no entanto são nos Andes da América do Sul (especialmente no lado chileno), onde se encontra a principal habitação da rosa mosqueta. O óleo de Rosa Mosqueta é utilizado como um dos mais potentes regeneradores naturais da pele que existem na natureza, sem causar efeitos colaterais, em absoluto. Vocês já conheciam este óleo? Como combatem as estrias?

2 comentários: